Tags

, , , ,


Bom, como eu disse ontem no meu face, estava só esperando acabar a semana e ter pelo menos 1 aula de cada matéria pra fazer um post aqui. Então vou começar falando sobre a faculdade e depois vou para os lazeres.

Já falei um pouco sobre o campus no post anterior, só vou acrescentar aqui q o refeitório do campus é um dos meus lugares favoritos pra comer. É razoavelmente barato e tem bastante coisa diferente e muito boa lá. Agora sobre as aulas… eu peguei um horário meio esquisito de aulas (um período antes e um depois do almoço, no geral). Tive aula com 4 diferentes professores, na matéria de “Escrita” depois de sermos apresentados ao professor e ao curso tivemos que fazer uma redação, pra testar o nosso nível (de novo? xD). Essa aula será excelente pra desenvolver o encadeamento de orações e construir um bom texto em Japonês. Depois dessa, a aula de “Língua” (que também chamamos de “Geral”), esse professor é um barato… passou a aula se apresentando e apresentando a região de Kansai e sua terra natal, tudo usando um bom japonês emulando o sotaque de Tokyo. No meio da aula ele também aplicou uma provinha pra testar o nosso nível e foi um pouco desastrosa na parte de partículas… temos muito o que aprender. Apesar de ter ficado com uma pontuação baixa (quase 70%), pelo q entendi a nota mais alta da sala não passou de 80%, então ainda to bem ^-^. Na aula do dia seguinte entramos no conteúdo gramatical e eu já vi que a coisa vai ser corrida. Várias estruturas por lição e temos que aprender a todo custo. Na sexta, por fim, tive aula com outra professora de “Língua”, ela é um amor, a aula dela é sensacional e agradável e me lembra bastante o jeito da Lica-sensei (*.* amor da minha vida) conduzir. Muito bom humor e muito conteúdo. A última aula que tive foi a de “Compreensão auditiva e Conversação”, essa vai ser puxada, simplesmente pq conversação é a habilidade que eu menos pratiquei até hoje, então tenho que começar já. Resumindo a sensação que eu tive, bem, provavelmente eu vou ter que estudar bastante, até porque a carga de dever de casa e kanji é enorme (nem sei o que to fazendo online agora), mas pelo menos tenho certeza que vou aprender muito e voltar pro Brasil com o nível que eu queria.


Saindo levemente do assunto faculdade, vou falar um pouquinho sobre os mangás. Quem me acompanha pelo face já sabe que eu tenho visitado muitas livrarias, que achei uma que vende coisas usadas em um estado que parece novo (mesmo) e com um preço super barato. Tipo assim, mangá aqui já tem qualidade melhor e é mais barato que no Brasil, mas como competir se você pode comprar usado (com estado de novo) por menos de 3 reais?? É uma loucura, dá vontade de comprar tudo. Eu comecei a ler Gate 7, o shounen publicado pelo grupo Clamp na Jump Square e fiquei simplesmente apaixonado. Além do traço sempre impecável das meninas, temos a excelente construção de personagens que com a experiência delas deve ser como respirar e… a história se passa em Kyoto. COMO NÃO SE APAIXONAR POR ISSO?? Mas não basta ser Kyoto, na primeira cena, o protagonista (que é um dos protagonistas masculinos mais carismáticos do Clamp pra mim – bem mais divertido que o Syaoran e o Kamui e menos exagerado que o Watanuki – apesar de eu ainda amar mais o Syaoran, porque sim) está indo visitar justamente o Kitano Tenmangu, simplesmente o primeiro santuário que eu visitei quando cheguei em Kyoto… tipo, oi essa história é sobre mim? Enfim, eu poderia ficar horas e horas dissertando sobre o mangá aqui, que reacendeu uma das minhas vontades que é fazer uma pesquisa científica sobre obras do grupo Clamp. Minhas outras aquisições foram a obra “Ultimo” escrita pelo Stan Lee (vamos ver no que dá) e desenhada pelo Hiroyuki Takei, que é um dos meus mangakás prediletos (mesmo eu só tendo lido uma obra dele até agora), e pra quem não conhece de nome é o artista por trás do belissimo traço e da história cativante de Shaman King. E um outro mangá que confesso, primeiro chamou minha atenção por ser um volume bem grande (eu ia falar grosso, mas pega mal) e estar na prateleira de 100yen (o tal “menos de 3 reais” que comentei). Mas aí eu peguei o volume pra folear e fiquei com uma vontade imensa de comprar, com um traço muito lindo, todo carregado no nanquim e com formas livres e soltas, parece ser uma obra fascinante. Ainda não tive tempo de ler, mas darei uma checada em breve. Além do mais, eu comprei porque é um One Shot, ou seja, não tem continuações pra comprar ^-^. Pra terminar a parte sobre mangás, vou voltar rapidinho a algo relacionado à faculdade, que são os Clubes (ou Círculos, como os Clubes menos rígidos são chamados). Eu visitei essa semana o Keiongakubu e o Manga  Kenkyuukai, traduzindo: “Clube de Música Leve” (sério, essa é a tradução oficial e eu não sei outra forma de traduzir) e “Grupo de Pesquisa de Mangá”. O Keion tava tendo uma série de performances ao vivo de volta das férias e provavelmente para apresentar o clube para os novatos. Fiquei poucas horas lá, porque o cansaço tava me vencendo, mas parece um clube muito divertido, tem bandas bastante diversas lá. Talvez eu frequente os Lives deles. E o Clube de Mangá é um sonho neh. Eu pude conversar com um grupinho, dei uma espiada em algumas páginas que eles estavam produzindo e tenho que dizer, os japoneses sabem o que fazem. Eles nem tem carreira profissional, mas dominam a linguagem do mangá. Isso é uma coisa que provavelmente só se consegue através de muita leitura e prática. Além de serem feras no desenho eles me receberam muito bem, conversamos bastante, pude praticar meu japonês e acredito que se eu entrar para o clube poderei fazer muitos amigos *-*. Vamos ver como vai ser.

Para concluir o post vou falar um pouquinho desse templo que visitei. O nome dele é Kanga-an, é um templo pequeno que fica escondido num bairro aqui perto, mas que é muito lindo. Tivemos que pagar pra entrar, mas aí assistimos um vídeo sobre a história e as tradições do templo e tudo mais. Pudemos visitar várias alas e ter um pouco de contato com essa filosofia/religião que também é uma arte, que é o Budismo. Visitar esse lugar me fez querer conhecer outros, então em breve devo postar fotos das minhas próximas explorações. Eu também visitei um Santuário Xintoísta aqui perto e também fiquei encantado, também visitarei mais.

Por hoje eu vou ficando por aqui, a manhã tá acabando aqui e eu ainda nem tomei café. Quando der eu conto mais novidades. Visitem meu álbum no face para dar uma olhada nas fotos que eu tirei. ^-^

 

 

 

Anúncios