Bom, depois de uma semana do último post to aqui pra resumir um pouco os últimos acontecimentos. Vou tentar contar coisas que eu não coloquei no face, mas eventualmente terão coisas repetidas de lá. Bem depois de um fim de semana prolongado onde eu pude explorar as redondezas, conhecer algumas lojinhas, experimentar diferentes comidas, conhecer a maravilhosa Estação de Kyoto e dar um pulinho no Museu Internacional do Mangá de Kyoto, tive a primeira semana na faculdade. Na verdade, foi uma semana só de orientações. Tivemos palestras sobre várias coisas a respeito da vida no Japão e em Kyoto e também sobre a vida universitária. Passei pela máquina de simulação de terremotos (muito tenso), abri minha conta no banco (\o/) e fiz os testes de nível, que me colocaram na classe de “pós intermediário” ou seja lá qual for a tradução de 上中級. Não vou ficar me atendo a chatices burocráticas aqui, quem tiver alguma pergunta sobre o plano de saúde, leis de trânsito e bicicleta ou coisas do tipo me pergunte no face que eu respondo.

Fora isso, a comida… NOSSA já experimentei de tudo:

Comida pronta de mercado: uma bosta

Yakisoba instantâneo: terrível

Shimeji – que eu fiz: péssimo, acho q ele já veio temperado, pq tinha um cheiro de álcool kkkkkkkkk

Restaurantes: Kare é sempre uma delícia, o gyudon daqui é maravilhoso, hamburguer incrível

Refeitório da faculdade: muito bom e com preços no mesmo nível dos restaurantes, ou seja, razoavelmente barato

Comida da festa de boas vindas: takoyaki rules the world.

Nikuman e Kareman do konbini: bom e super barato, comeria todo dia.

Misoshiru comprado no mercado: só misturar a pasta na água quente e voilà, muito bom.

Agora sobre os meus amigos. Bem, atualmente somos uma “panelinha” de 5, Já tinha falado dos três companheiros de alojamento e faculdade Cass, Janic e Cheryle, juntou-se a nós a incomparável Zita, da Hungria. Ela simplesmente me faz rir o tempo todo, com seu inglês de sotaque europeu, sua fome constante e seu Gangnam Style, é uma amizade que quero levar pro resto da vida. Também pude conversar com alguns japoneses, do grupo de SKP Buddies, os alunos da faculdade que se volutariam para receber os intercambistas, eles tem nos dado boas dicas e sido realmente bem legais em tentar se comunicar mesmo quando nosso japonês falha.

Além disso, o campus… é um lugar muito lindo, não é muito grande (dá pra percorrer uma ponta à outra em menos de 15 minuto a pé), mas bastante agradável. Andando por lá já pudemos vislumbrar clubes esportivos e artísticos em suas práticas de férias, e agora estamos vendo de nos juntar as clubes (ou melhor, círculos, que são como clubes só que menos rígidos). Ontem eu entrei em contado com o Clube de Pesquisa de Mangá e eles aceitaram minha entrada no clube, mesmo que não tenha japonês suficiente pra conversar direito.

Um pouquinho sobre a Estação de Kyoto… sério, se você acha as estações da linha amarela modernas, ou acha o visual da estação da Luz interessante, vc precisa conhecer a Estação de Kyoto, é alucinante. Com um shopping e uma loja de departamento embutidos, dezenas de escadas (rolantes) e corredores num estilo quase labiríntico, e um palco onde aparentemente há shows amadores aos finais de semana, é definitivamente um lugar a ser frequentado. Nos arredores é como um centro de cidade, muitas lojas enormes onde vc pode encontrar de tudo (inclusive o bendito adaptador de tomada pro meu laptop e carregador de celular ^-^). Lá também eu já dei uma olhada em novos laptops, e acho q já achei oq eu vou comprar *-*.

Bom, agora tenho procurado lugares pra comprar meus mangás e light novels. Já sei q na livraria da faculdade tem muitos mangás e novels e nós alunos temos desconto, só preciso fazer o cartão, vou correr atrás disso essa semana, pra começar a comprar mangás assim q receber minha bolsa kkkkkkkkkkkkkk.

Bom, fora toda essa parte paradisíaca, vou retomar que ontem passei pela pior experiência da minha vida (além de ter q viver longe das pessoas que eu amo). Uma barata tamanho GG entrou no meu quarto e eu não tinha ninguém pra chamar pra ajudar. Foi uma luta dura e difícil, mas no fim consegui me livrar dela, isso não diminui o pavor que eu to até agora de que as parentes dela entrem no meu quarto também, especialmente quando eu tiver fora ou quando eu tiver dormindo. T.T

Por enquanto vou ficando por aqui, se lembrar de algo mais eu atualizo este post, ou acompanhe-me no face para notícias “em tempo real”.

Anúncios